13/06/2019

TELMA APRESENTA 85 EMENDAS À LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS

A cobertura total de médicos nas UPAs e policlínicas é prioridade para a vereadora

Garantir recursos para o funcionamento integral do Hospital dos Estivadores, concluir as obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Leste, efetivar a cobertura total de médicos nas UPAs e Policlínicas, ampliar a gratuidade no transporte público para idosos a partir dos 60 anos, criar o ProUni Municipal e reduzir o déficit habitacional, com a construção de 5 mil moradias e a regularização de 8 mil domicílios, são algumas das 85 emendas apresentadas pela vereadora Telma de Souza à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2020. O documento foi protocolado na terça-feira (11).

O foco da ex-prefeita é priorizar as políticas públicas, em especial a de Saúde, que já foi modelo internacional. “A população de Santos, de forma geral, precisa ter acesso às políticas públicas. Nossas emendas propõem o perfil de modelo político e adminsitrativo que acreditamos, é possível e já deu certo em Santos no nosso Governo: a administração democrática popular. Somos oposição, mas, até pela trajetória política e experiência de vida, temos propostas, apontamos caminhos”, pontua Telma. 

O funcionamento integral do Hospital dos Estivadores é imprescindível. Da mesma forma, a conclusão das obras da UPA Zona Leste e o atendimento integral das UPAs Central e Zona Noroeste, assim como nas policlínicas, que sofrem com a constante falta de médicos. Neste sentido, Telma propõe ainda a garantia do atendimento nos Centros de Apoio Psicossocial (Caps) e demais unidades de atendimento à Saúde Mental, que, atualmente, estão com inúmeros problemas que comprometem o tratamento dos usuários da rede. Ainda na Saúde, a vereadora defende a ampliação de recursos e estrutura do Samu, para que o serviço se torne mais rápido, eficiente e possa salvar mais vidas.

O Estatuto Nacional do Idoso determina o início da terceira idade aos 60 anos. Santos é uma das poucas cidades onde as pessoas só obtêm a gratuidade no transporte público aos 65 anos. A vereadora redigiu emenda estabelecendo que o orçamento municipal tenha uma previsão para atender os idosos acima de 60 anos. Ainda na área do transporte coletivo, Telma sugere a criação do bilhete único, e o retorno da gratuidade no último domingo do mês, como foi realizado em seu governo.

A criação do ProUni Municipal possibilitaria o ingresso de mais pessoas ao Ensino Superior. A oferta de bolsas de estudo em instituições particulares teria a contrapartida da Prefeitura e a disponibilidade temporária de prestação de serviços à população. Da mesma forma ocorreria com o PréUni, mas para estudantes que se preparam para a universidade.

Uma das emendas indica uma parceria com o Governo Estadual para transformar as ruínas da Hospedaria dos Imigrantes em Centro Aberto e Livre da Cultura Independente. A ideia é possibilitar que artistas independentes e sem recursos para ocupar áreas públicas utilizem o espaço para projeção, tendo o poder público como aliado e indutor de sua arte.

Leia também

TELMA APRESENTA 85 EMENDAS À LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS

Ver mais

DIA DE JOSÉ BONIFÁCIO: TELMA COBRA CAPITAL EM SANTOS

Ver mais

IMPACTO DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA PARA MULHERES É TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA

Ver mais