13/06/2019

TELMA APRESENTA 85 EMENDAS À LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS

A cobertura total de médicos nas UPAs e policlínicas é prioridade para a vereadora

Garantir recursos para o funcionamento integral do Hospital dos Estivadores, concluir as obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Leste, efetivar a cobertura total de médicos nas UPAs e Policlínicas, ampliar a gratuidade no transporte público para idosos a partir dos 60 anos, criar o ProUni Municipal e reduzir o déficit habitacional, com a construção de 5 mil moradias e a regularização de 8 mil domicílios, são algumas das 85 emendas apresentadas pela vereadora Telma de Souza à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2020. O documento foi protocolado na terça-feira (11).

O foco da ex-prefeita é priorizar as políticas públicas, em especial a de Saúde, que já foi modelo internacional. “A população de Santos, de forma geral, precisa ter acesso às políticas públicas. Nossas emendas propõem o perfil de modelo político e adminsitrativo que acreditamos, é possível e já deu certo em Santos no nosso Governo: a administração democrática popular. Somos oposição, mas, até pela trajetória política e experiência de vida, temos propostas, apontamos caminhos”, pontua Telma. 

O funcionamento integral do Hospital dos Estivadores é imprescindível. Da mesma forma, a conclusão das obras da UPA Zona Leste e o atendimento integral das UPAs Central e Zona Noroeste, assim como nas policlínicas, que sofrem com a constante falta de médicos. Neste sentido, Telma propõe ainda a garantia do atendimento nos Centros de Apoio Psicossocial (Caps) e demais unidades de atendimento à Saúde Mental, que, atualmente, estão com inúmeros problemas que comprometem o tratamento dos usuários da rede. Ainda na Saúde, a vereadora defende a ampliação de recursos e estrutura do Samu, para que o serviço se torne mais rápido, eficiente e possa salvar mais vidas.

O Estatuto Nacional do Idoso determina o início da terceira idade aos 60 anos. Santos é uma das poucas cidades onde as pessoas só obtêm a gratuidade no transporte público aos 65 anos. A vereadora redigiu emenda estabelecendo que o orçamento municipal tenha uma previsão para atender os idosos acima de 60 anos. Ainda na área do transporte coletivo, Telma sugere a criação do bilhete único, e o retorno da gratuidade no último domingo do mês, como foi realizado em seu governo.

A criação do ProUni Municipal possibilitaria o ingresso de mais pessoas ao Ensino Superior. A oferta de bolsas de estudo em instituições particulares teria a contrapartida da Prefeitura e a disponibilidade temporária de prestação de serviços à população. Da mesma forma ocorreria com o PréUni, mas para estudantes que se preparam para a universidade.

Uma das emendas indica uma parceria com o Governo Estadual para transformar as ruínas da Hospedaria dos Imigrantes em Centro Aberto e Livre da Cultura Independente. A ideia é possibilitar que artistas independentes e sem recursos para ocupar áreas públicas utilizem o espaço para projeção, tendo o poder público como aliado e indutor de sua arte.

Leia também

CÂMARA PRESTA HOMENAGEM AOS 15 ANOS DA UNIFESP BAIXADA SANTISTA

Ver mais

TELMA PROPÕE CRIAÇÃO DE  PASSE LIVRE PARA ESTUDANTES

Ver mais

TELMA REALIZA SESSÃO SOLENE EM HOMENAGEM AO DIA DE ALLAN KARDEC

Ver mais